Percepção, uma estranha realidade

Um romance. Uma fantasia urbana. Uma história sobrenatural.

Sobre Percepção

Sobre Sara Farinha

Os meus Contactos

Φ

“Percepção” disponível nas livrarias (Bertrand, FNAC, Wook, Bulhosa…).

Ou enviem-me um email com a encomenda para sara.g.farinha@gmail.com (PVP 12€, portes de envio grátis e envio de cópia autografada).

Ler um excerto aqui…

Ler a sinopse aqui…

8 respostas a Percepção, uma estranha realidade

  1. Um feedback duma amiga/leitora/escritora:
    “prestes a terminar. e com aproximadamente 61 pessoas à frente, aproveitei o momento, e que momento: das 8h30 às 14h50!
    (por norma sou lentinha, gosto de saborear, defeito de fabrico).
    bem e foi assim, até acho que se notou, porque não contive os sorrisos, espantos e algum suspense fixados na minha expressão.
    o que revivi foi a sensação da ilusão, do quente e da paixão. bom, né?
    consegui sentir aqueles bateres interiores que temos quando se percepciona que alguém “nos viu”, que reparou em nós. e que nos toca pela 1ª vez com o olhar ou toques de mãos. aqueles que guardamos e que quando alguém os consegue colocar por palavras nos trazem aqueles pedaços guardados envoltos em laços azuis e cheios de melaço.
    há também pedaços de humor (brotados dos medos, eu acho), em cenários que gosto muito. e, talvez a nata da nata, a ligação entre as pessoas que permite comunicar sem som. exceptuando toda a simbologia associada, acredito nisto: as pessoas comunicam caladas através do desejo e da vontade.
    e, assim, partilho o que está a ser para mim a leitura de “Percepção, uma estranha realidade”. faltam-me 16 pp…” Isa Figueira http://semnaufragar.blogspot.com/

  2. Mais uma opinião aqui: http://milestrelasnocolo.blogspot.com/2012/01/percepcao-uma-estranha-realidade-sara.html

    “…Gostei deste livro e claro que o ponto principal é este tema, novo (pelo menos para mim!) e muito interessante. Confesso que no início houve momentos que pensei que iria-me ser apresentada mais uma Sookie da série Sangue Fresco de Charlainne Harris, mas ainda bem que estava enganada, porque não tem nada a ver!

    Achei que a personagem principal está muito bem construída e explorada e os personagens secundários tem um papel importante em todo o trama da história. Como ponto negativo tenho a salientar a pouca exploração do Convénio e da relação de Mark e Joana. Confesso que se houvesse mais cenas entre eles (talvez até mais intimas) o livro poderia ser ainda mais interessante. Mas talvez a autora queira deixar essa parte para um segundo livro que eu fico a aguardar!

    Parabéns Sara! Gostei muito e recomendo!”

  3. Excerto da opinião de Andreia Ferreira, autora de “Soberba Escuridão”: “O que é ser sensitiva? É esta a temática que envolve o enredo deste livro, enquanto conhecemos também o lado romântico do mesmo.
    Sara conseguiu desmistificar um “poder” complexo que é o das sensações. Sem desvios na lógica e com cuidado na exploração dos momentos onde que se trata do assunto de ser sensitivo, Sara traz um mundo totalmente novo.
    Esperava uma protagonista que lia pensamentos e afins, no entanto Joana é mais do que isso, é como se fosse uma raça diferente da nossa, pois, como irão ver, tem certas necessidades diferentes dos humanos.”
    Sigam a hiperligação em baixo e vejam a crítica completa no blogue de Andreia:
    http://d311nh4.blogspot.com/2012/01/percepcao-uma-estranha-realidade.html

  4. Sara Farinha diz:

    “Acabei de ler “Percepção – Uma Estranha Realidade” a 6 de Fevereiro de 2012 e atribuo-lhe quatro estrelas.
    Gostei na estória no geral. Há quem tenha reclamado do romance entre Mark e Joana, mas sou uma romântica incurável, por isso gostei e não me importei que as coisas girassem tanto em torno deles. Gostei igualmente do facto das personagens serem sensitivos e não um elemento do paranormal demasiado comum, como vampiros ou lobisomens.
    Quanto ao que menos me agradou, tenho três coisas a apontar…” Sigam a hiperligação e vejam a crítica completa de Rute Canhoto em: http://www.goodreads.com/review/show/270850377

  5. “Numa escrita fluída, Sara Farinha estreia-se com um enredo absolutamente fantástico e personagens singulares. É de muito fácil leitura. Sei que parece cliché, mas lê-se mesmo de um sopro!
    Criou uma personagem principal muito forte com uma grande inteligência emocional que tende a abafar essa particularidade com receio de se magoar a si e aos outros. Sendo eu uma aluna de Psicologia, ao ler o título, caí no erro de o julgar errada e precipitadamente. A autora desmistificou os preconceitos que rondam as sensações e as emoções. Não se deixou cair em clichés e aprofundou de uma forma brilhante o significado de empatia, levando-o além-fronteiras.” Sigam a hiperligação e vejam a crítica completa no blogue ‘Os Livros Nossos’ em: http://oslivrosnossos.blogspot.pt/2012/07/percepcao-uma-estranha-realidade-de.html

  6. “Percepção é um mundo novo, uma história que nos cativa.” Blogue “O Nosso Mundo Sobrenatural” Vejam a crítica completa aqui: http://onossomundosobrenatural.blogspot.pt/p/criticas-de-livros_09.html

  7. sad eyes diz:

    Vim aqui ter por causa do triler das cidades sem céu, mas li a sinopse e gostei. Parabéns 🙂

  8. André Francisco Gil diz:

    percebo o imperceptível através de sensações parapsíquicas e instintivas dentro da minha id e percepção é algo extracorporal,temos a nítida impressão de que tudo já está traçado por um exímio escritor do destino,excepcional,surpreendente,espetacular,extraordinário…

Deixem aqui os vossos comentários ou enviem e-mail para: sara.g.farinha@gmail.com

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s