Arquivos Mensais: Outubro 2011

Heavy in your arms

Parte integrante da playlist inspiracional de “Percepção”

Publicado em Playlist Percepção | Etiquetas , , | Publicar um comentário

Escrever, Editar, Publicar – Agenda e Novidades de “Percepção”

Este artigo não é um teaser semelhante aos publicados anteriormente. Estas linhas têm como objectivo fornecer algumas informações mais práticas sobre o livro “Percepção, uma estranha realidade” e serão alvo de actualizações constantes, à medida que nos aproximemos do dia … Continuar a ler

Publicado em Escrever Editar Publicar | Etiquetas , , | Publicar um comentário

The Doors of Perception by William Blake

“If the doors of perception were cleansed, everything would appear to man as it truly is, infinite” William Blake ##### Deixem aqui os vossos comentários ou enviem e-mail para sara.g.farinha@gmail.com  

Publicado em Teaser | Etiquetas , , , , | Publicar um comentário

Traços dum Sensitivo

A Empatia é genética, entranhada no nosso ADN e transmitida de geração em geração. Estudada em simultâneo pela ciência tradicional e pela medicina alternativa, tem aspectos biológicos/genéticos e espirituais. Frequentemente os Sensitivos possuem a capacidade de conhecer os outros a … Continuar a ler

Publicado em Teaser | Etiquetas , , , , , , | Publicar um comentário

Escondida nas horas de pedra

São horas. Nada acontece que não esteja definido algures. Era no que eu queria acreditar… Mas na sucessão de dias, algo correu muito mal, e eu acabei aqui. Escondida, com medo, danificada e… perseguida. Afinal tudo poderia estar pior. Só … Continuar a ler

Publicado em Teaser | Etiquetas , , , | Publicar um comentário

E tu? O que vês?

“As pessoas apenas vêem aquilo que estão preparadas para ver.”  Ralph Waldo Emerson Nada mais, nada menos. Apenas aquilo que a sua mente lhe diz que é a realidade. Somente o que os seus cinco sentidos apreendem. Não há excepções… … Continuar a ler

Publicado em Teaser | Etiquetas , , , , | Publicar um comentário

Não há limite para a sobrevivência

É possível sobreviver a quase tudo. A dor que nos acompanha, essa não desaparece nunca. Abranda e esmorece, como se a convivência com a atrocidade fosse conscientemente suportável. Mas o corpo suporta toneladas. E se o corpo o suporta, qual … Continuar a ler

Publicado em Teaser | Etiquetas , , , , , | Publicar um comentário